Provérbios portugueses
Author: 
MOREIRA, António
Editorial: 
Notícias
Place of edition: 
Lisboa
Publication date: 
2003 (5ª ed.)
Proverbs
Displaying 41 - 60 of 444 (page 3 of 23)
Proverb In sourcesort descending
Aberto para Castela, chuva como terra Page:
30
Proverb number:
904
Abril, águas mil, coadas por um funil Page:
30
Proverb number:
911
Abril chove para os homens e mais para as bestas Page:
30
Proverb number:
913
Agosto é o primeiro mês de Inverno Page:
31
Proverb number:
963
Abril e Maio, chaves do ano Page:
30
Proverb number:
914
Água de Agosto, açafrão, mel e mosto Page:
32
Proverb number:
977
Água de Maio, pão para todo o ano Page:
32
Proverb number:
980
Água de Março é pior que nódoa no pano Page:
32
Proverb number:
981
Ano de neve, paga o lavrador o que deve Page:
38
Proverb number:
1256, 1260
Ano de neves, ano de bens Page:
38
Proverb number:
1257
Ano seco, ano de fome Page:
38
Proverb number:
1266
Bom tempo no inverno e mau no estio, mau ano de fome, bom ano de frio Page:
59
Proverb number:
310
Entre Março e Abril, se o cuco não vier, está a fim do mundo para vir Page:
111, 284
Proverb number:
450, 132
Em Março, [/] Queimou a velha o maço Page:
107
Proverb number:
299
Março ventoso, Abril chuvoso, de bom colmeal farão astroso Page:
150
Proverb number:
443, 444
Março queima a dama no paço Page:
150
Proverb number:
441
Março virado de rabo é pior que o diabo Page:
151
Proverb number:
445
Quando Março sai ventoso [/] O Abril sai-nos chuvoso Page:
235
Proverb number:
111
Quando troveja em Março[,] aparelha os cubos e o baraço Page:
238
Proverb number:
203
A água que no Verão há-de regar, em Abril há-de ficar Page:
11
Proverb number:
24

Pages