Até ao Natal, bem ou mal: do Natal em diente, a barriga o sente

Language or variety: 
Literal translation: 

Hasta Navidad, bien o mal: de Navidad hacia delante, la barriga lo siente.

Gloss: 

Era, entre as famílias humildes do meio rural, o prenúncio das dificuldades que, a partir de Janeiro, iriam acentuar-se. Ouvia-se: quando as folhas das figueiras caírem, há fominha de arroba.

Comments: 

Compárese con el refrán gallego Hastra as Navidás nin fame nin frío; das Navidás en diante, fame e frío bastante. El uso de em diente por em diante parece condicionado por la rima asonante. Cf. Até ao S. João, sempre de gabão[,] e do S. João «em diente» gabão sempre.

Categorization
Chronology: 
Geolocation

Click on the marks to view detailed information about each location

Geographic locations:
Displaying 1 - 1 of 1 (page 1 of 1)
  • Territory:

    Portugal.

    District.

Sources
Displaying 1 - 1 of 1 (page 1 of 1)
Authorsort descending Title Edition In source
BRAZÃO, José Ruivinho Os Provérbios Estão Vivos em Portugal – Pesquisa Paremiológica no Algarve Editorial:
Notícias
Place of edition:
Lisboa
Publication date:
2004
Page:
51
Proverb number:
441